depilacao45
Biossegurança na Depilação
agosto 26, 2017
Exibir tudo
automaquiagem_img

Cuidados de Biossegurança na maquiagem? Sim, este é um tema que necessita muita atenção.

Nos posts anteriores sobre Microbiologia falei sobre os microorganismos que “habitam” em nosso corpo em uma simbiose perfeita e aqueles que adquirimos e que podem ser nocivos a nossa saúde.

Estes microorganismos patogênicos (causadores de doenças) podem ser levados e transmitidos através das maquiagens e acessórios que utilizamos enquanto uma make é feita.download

Para evitar transmissões e contaminações cruzadas,  cuidados como lavagens dos pinceis e uso de aplicadores descartáveis são indispensáveis. Se pensarmos que “tudo que entra em contato com a pele do cliente não deve voltar para dentro da embalagem original do produto”, o uso de placas de inox e espátulas são muito bem vindas para separar a quantidade que será utilizada específica para cada cliente. E claro, após cada atendimento, os cuidados de limpeza e desinfecção não podem faltar.

Investir em uma quantidade de pinceis que comporta sua demanda de atendimentos diários ajudam a manter a rotina de segurança adequada. Em casos onde não é possível, uma solução é lançar mão de produtos higienizantes de pincéis, no entanto não recomendo que esta seja a rotina de cuidados e sim, uma opção quando não é possível a lavagem adequada entre cada cliente.batom

Você deve estar se perguntando, mas se faço um alto investimento em pincéis (afinal não são baratos) e lavo com uma grande frequência, vou danificá-los e a vida útil não será diminuída?

É verdade, mas esta é a única forma de garantir uma proteção adequada. Outra dica, é lavar os pinceis e quando colocá-los para secar, posicionar em um ângulo de mais ou menos 20 graus (levemente inclinados) ou pendurá-los com as cerdas para baixo para não danificá-las e tampouco, entrar água para o cabo aumentando a possibilidade de não secar adequadamente podendo apodrecer a base dos pelos e o próprio cabo, se este for de madeira.

Compartilhar maquiagens, principalmente de olhos e boca, é sempre bem críticos. E quando falamos de pele, cuidados redobrados necessitam ser tomados quando há presença de acne, principalmente a inflamatória (com espinhas) ou outras lesões na pele (herpes e escoriações, por exemplo).

PLACA

Mas como devo fazer? Algumas dicas para ajudar a minimizar os riscos:

  • Lavar as mãos antes e após cada atendimento
  • Usar máscara bucal
  • Limpar a pele do cliente com produtos específicos. Isto faz a remoção de impurezas e da flora de microoganismos transitória (patogênica) e prepara para receber os demais produtos e garantir uma maquiagem perfeita;
  • Peles acneicas, usar uma loção adstringente antisséptica sem álcool para diminuir a oleosidade e ajudar no controle bacteriano;
  • Aplicar hidratante (específico para o tipo de pele) e/ou Primer;
  • Aplicar filtro solar ou maquiagem com filtro (que tenha o FPS informado na embalagem)  para proteger dos raios Ultra violeta;
  • Todos os produtos que possam ser retirados uma porção individual de uso e colocar em uma placa de inox, inclusive sombras e pós compactados, devem ser utilizados desta forma;
  • Usar aplicadores descartáveis, mas mesmo com eles, não se pode voltar para embalagem depois que entra em contato com o cliente;
  • Apontar o lápis após o uso entre cada cliente;
  • Higienizar todo material com álcool 70% (para que tenha ação, necessita ser friccionado).

Todas as informações acima são apenas sugestões para minimizar os riscos de contaminação e cada profissional pode adaptar a sua rotina para maximizar resultados e manter a qualidade artística do seu trabalho.

Se a maquiagem é de uso pessoal, a dica é Não compartilhar!

Deixo abaixo o link de sugestão de leitura.

Um grande abraço,

Letícia Valim

 

DICA PARA LEITURA:

23722273_1682458761804767_4190760644304026868_n

Sua maquiagem pode estar repleta de bactérias!

 

 

 

 

 

Próximos Posts:

  • Biossegurança no Embelezamento do Olhar
  • Biossegurança na Dermopigmentação
  • Biossegurança na Manicure e Pedicure
  • Biossegurança nos cuidados com os Cabelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *